Paraíba
Estudo da UFPB aponta 19 substâncias naturais com potencial para combater covid-19

Publicado em 03/09/2020 19:21

Reprodução

Estudo coordenado pelo pesquisador e professor do Departamento de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Damião Pergentino, aponta 19 substâncias naturais antioxidantes com potencial anticoronavírus. Algumas delas também têm propriedades anti-inflamatórias. Levantamento disponibiliza dados para pesquisas de fármacos contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O artigo, intitulado Natural Antioxidants: A Review of Studies on Human and Animal Coronavirus (Antioxidantes naturais: uma revisão dos estudos sobre o coronavírus humano e animal, em tradução  livre), foi publicado pela revista científica Oxidative Medicine and Cellular Longevity.

O periódico com elevado fator de impacto (FI = 5,07) é focado em estudos sobre os mecanismos fisiopatológicos celulares e moleculares de substâncias oxidantes na saúde e nas doenças. A revista está vinculada à empresa Hindawi Limited, com sede em Londres, capital da Inglaterra e do Reino Unido.

“O estudo teve como objetivo disponibilizar para a comunidade científica informações relevantes de uma coleção de moléculas que podem ser usadas como referência na busca de um tratamento para pacientes com Covid-19”, ratifica Damião Pergentino.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O professor da UFPB relata que há a possibilidade de que uma única substância atue em múltiplos alvos terapêuticos relacionados à Covid-19, fato que resultaria em uma abordagem farmacoterapêutica com melhor eficácia clínica, apesar de não haver testes em seres humanos, até o presente momento, que forneça suporte científico destas atividades farmacológicas.

“No início da pandemia, eu estava em um estágio pós-doutoral no Reino Unido. Diante da gravidade de saúde pública, em escala mundial, causada pela Covid-19, eu decidi iniciar uma contribuição literária no tocante a substâncias com atividade inibitória sobre o coronavírus”, conta o coordenador do estudo da UFPB.

 


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store