Paraíba
Surto? Advogada volta a atacar publicamente MP e Judiciário paraibano
A advogada voltou a virar notícia, nesta sexta-feira (10)

Publicado em 10/05/2019 20:41 - Atualizado em 10/05/2019 20:41

Reprodução

A advogada Laura Berquó voltou a virar notícia, nesta sexta-feira (10), após atacar publicamente o Ministério Público da Paraíba e o Judiciário paraibano. Os ataques começaram em discurso em Audiência Pública na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), que deveria tratar do Maio Amarelo, o mês de prevenção de acidentes de trânsito, mas acabou virando palco de diversos embates.

Berquó, que já foi condenada outras vezes por calúnia e difamação, dessa vez acusou a promotora Artemise Leal de ter pedido suspeição do caso Bruno Ernesto. O fato é que a magistrada sequer tinha tido acesso aos autos, já que estava de licença do trabalho.

Na ocasião, a advogada atacou ainda os promotores Marcus Antônio da Silva Leite e a juíza Franciluce Mota.

Após a audiências, as críticas seguiram nas redes sociais.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em postos no Facebook, ela voltou a atacar os promotores e incluiu a Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB) na lista de inimigos. Ela envolveu ainda os nomes dos juízes Aluízio Bezerra e o ex-presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Marcos Cavalcanti entre seus alvos.

CONFIRA AS POSTAGENS 

PBAgora


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store