Política
Câmaras da Grande JP exoneram comissionados e contratados
Em João Pessoa, também foi determinada que fossem suprimidas todas as gratificações e funções de confiança concedidas pelo chefe do legislativo municipal

Publicado em 04/01/2019 14:38

Câmara Municipal de João Pessoa / (Foto: Divulgação)

As Câmaras Municipais das cidades de João Pessoa e Caaporã, ambas na Região Metropolitana da Capital, exoneraram todos os cargos comissionados. As medidas foram publicadas por meio de portaria e já estão em vigor.

Em João Pessoa, o presidente Casa, João Corujinha (DC), também determinou que fossem suprimidas todas as gratificações e funções de confiança concedidas pelo chefe do legislativo municipal.  Em outro ato da mesa, ficou estabelecido o horário das 8 às 14h para a realização dos serviços administrativos da Casa.

Já em Caaporã, o presidente da Câmara, Sílvio Romero Albuquerque (Patriota), baixou portaria exonerando todos os cargos comissionados e funcionários contratados.

Prefeito também exonerou comissionados

Em novembro do ano passado, prefeito Cristiano Ferreira Monteiro (Kiko), do PDT, adotou medida similar ao baixar decreto exonerando todos os cargos comissionados da administração municipal. Os prestadores de serviço também tiveram seus contratos rescindidos na prefeitura

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com dados do sistema Sagres Online, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Câmara de Caaporã possuía 10 servidores comissionados em novembro do ano passado – último mês disponível no sistema – mas, já chegou a ter 24 no início do ano.

Câmara recebeu quase R$ 2,5 milhões em 2018

Ainda conforme o Sagres, em 2018 a Câmara da cidade recebeu quase R$ 2,5 milhões pelos repasses do duodécimo.

Por PortalCorreio


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store