Política
Líder da oposição reduz Corujinha: "Cartaxo é quem manda na CMJP"

Publicado em 25/02/2019 17:48

Reprodução

A bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa não anda nada satisfeita com os rumos que o atual presidente João Corujinha (DC) tem dado à administraçãodo parlamento. O líder do bloco, Marcos Henriques (PT), que já havia cobrado o cumprimento dos acordos firmados à época da eleição casada da Mesa, lamentou o fato de o atual presidente ter de se submeter ao prefeito Luciano Cartaxo (PV) para tomar as decisões. 

A revolta do oposicionista é devido a oposição não ficar com  a presidência das comissões de Orçamento e da CCJ. Segundo o parlamentar, na época da eleição da Mesa Diretora, houve a execução de um acordo que daria ao bloco oposicionista, neste segundo biênio, o comando da principais comissões da Casa, entre elas a Comissão Temática de Redação Constituição e Justiça (CCJ).

“Quebraram o acordo descaradamente. Saímos da independência para a dependência, Cartaxo é quem manda na Câmara agora”, disparou Marcos Henriques.

OUTRO LADO

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O líder da bancada governista na Casa, Milanez Neto (PTB) informou que desconhece a procedência do acordo citado pelo vereador Marcos Henriques (PT) e lembrou que a formação das Comissões é estabelecida conforme a proporcionalidade e não mediante acordos prévios.

"Se houve esse acordo eu não participei dele. O que eu participei foi do acordo em que 16 vereadores estiveram juntos para a eleição da Mesa do presidente Marcos Vinícius, do presidente João Corujinha, na formação de Mesa eclética para a Câmara como foi no primeiro biênio e está sendo no segundo biênio, como também a divisão das comissões, com a participação de ambas as bancadas, de forma mais igualitária possível. Foi esse acordo que participei e é esse acordo que todos estamos cumprindo, e é esse acordo que tem sido positivo para a Casa e para política da Capital", ressaltou.

 

PBAgora


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store