Política
Pedido de Cassação de Berg Lima previsto para esta 5ª ainda é incerto
A sessão com a votação do relatório da Comissão Processante está marcada para amanhã, quinta-feira (3)

Publicado em 02/01/2019 17:36 - Atualizado em 02/01/2019 17:36

Reprodução

Sem legitimidade. È assim que o prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos), analisa a tentativa de cassação de seu mandato por parte da Câmara Municipal da cidade. Segundo o gestor, as denúncias que o parlamento usa como justificativa são infundadas e por isso confia que a maioria dos vereadores entenderá pela rejeição do pedido para afastá-lo do cargo.

A sessão com a votação do relatório da Comissão Processante está marcada para amanhã, quinta-feira (3), mas o novo presidente da Câmara, Jefferson Kita (PSB), trabalha para adiar a sessão.

Nós não temos ainda confirmação se haverá ou não essa sessão. Mas a nossa defesa está com a expectativa boa, positiva, sabendo que as denúncias são infundadas e não têm legitimidade.”, arrematou.

PB Agora

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store