Esporte
Recordista mundial, Petrúcio reforça treinos para Olimpíadas

Publicado em 23/05/2019 19:26

Foto: Reprodução/MaisPB

Recordista mundial nos 100m e 200m rasos e atualmente o segundo paratleta mais rápido do mundo, o paraibano Petrúcio Ferreira busca ainda mais. Em entrevista a MaisTV, canal de vídeos do Portal MaisPB, o paratleta conversou sobre sua vida, o acidente que lhe causou a amputação de parte do braço, falou de sua carreira, dos preparativos para os jogos ParapanAmericanos de Lima, o Mundial de Doha, ambos em 2019, e principalmente sobre os Jogos Paralímpicos de Tóquio, em 2020.

Petrúcio conta que o combustível nas competições é ver a bandeira brasileira no ponto mais alto do pódio, e que isso acontecer por conta do seu esforço é mais gratificante ainda: “Isso me honra muito, em saber que o hino nacional está sendo tocado naquela competição, o hino nacional do meu país, a bandeira do meu país está no ponto mais alto do mastro, porque eu consegui dar o meu melhor e fazer um bom resultado”, disse.

Bem humorado, o paraibano também contou do acidente de infância que causou a amputação de parte do seu braço esquerdo,e até da lesão que o tirou das pistas no início de 2019. Petrúcio sofreu um acidente com dois anos de idade, tentando imitar o trabalho do seu pai, que estava moendo capim em uma máquina. Já em 2019, foi saltar em um rio, e caiu de queixo em uma rocha, passando três meses parado e com uma séria cirurgia na face. “Ainda me sinto 75%. Como perdi muita massa muscular, ainda não estou aguentando a quantidade de treinos como antes”, disse.

Confira a entrevista na íntegra:

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Por MaisPB


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store