Cidades
Prefeitura de Jacaraú é acusada de distribuir feijão podre como ítem das cestas básicas

Publicado em 27/05/2020 21:00 - Atualizado em 27/05/2020 21:00

Reprodução

Moradores de Jacaraú, no Litoral Norte paraibano, denunciaram a entrega de feijões apodrecidos que integram as cestas básicas fornecidas pela prefeitura local, por meio de doação feita pela Secretaria Municipal da Assistência Social (SMAS), na última sexta-feira (22).

Os vídeos com a reclamação dos moradores circularam nas redes sociais e aplicativos de mensagens, e chamaram a atenção pela presença aparente dos grãos impróprios para o consumo.

De acordo com a moradora do bairro Centro, Shirley Sena, que está desempregada e tem um filho menor de idade, ela recebeu uma cesta com o alimento estragado e confirma a denúncia ao Paraíba Já.

“É a segunda vez que recebemos cesta básica, a primeira estava tudo bom, mas, dessa vez veio feijão podre e arroz com bichinhos. Não deu pra comer”, revelou a moradora.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Outro morador da cidade, Pedro Duarte, também diz ter recebido sacos com feijões apodrecidos. Ele foi o autor de um dos vídeos com a denúncia compartilhados em grupos de WhatsApp – e que viralizaram na região.

“O senhor deve ter mais respeito pelo ser humano. O senhor entregar feijão podre para o ser humano comer. Cadê o dinheiro dos votos? O senhor está comprando feijão podre para o povo comer. Os vereadores tomem providências, não tem quem aguente comer”, disse Duarte no vídeo.

O que diz a Prefeitura

Paraíba Já entrou em contato com a secretária da SMAS, Cristiane Fernandes, que negou as informações.

Cristiane disse que os casos existiram, mas foram casos isolados, e que a SMAS se dispôs à troca do produto.

“A gente soube pelas redes sociais de alguns poucos casos e garantimos que foram casos isolados. Não é a primeira doação de cestas básica que fazemos no município e nunca tivemos reclamações antes. Estamos à disposição das pessoas, mas, ninguém nos procurou para trocarmos os produtos”, disse a secretária.

A gestora da pasta esclarece ainda que, mesmo com poucos casos, a empresa fornecedora dos feijões, localizada em Campina Grande, foi notificada pela Prefeitura de Jacaraú.(Paraibajá)


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store