Senado Federal
Jean-Paul Prates sugeriu a destruição das cédulas de votação fraudada
Em seu primeiro dia no Senado Federal, o senador potiguar recomendou a destruição das cédulas que provariam fraude nas eleições para presidência do Senado

Publicado em 04/02/2019 20:08

Jean-Paul Prates (Foto:Reprodução)

Em seu primeiro dia no Senado Federal, o senador potiguar recomendou a destruição das cédulas que provariam fraude nas eleições para presidência do Senado

Jean-Paul Prates começou seu trabalho como senador da República sendo questionado. Prates, que assumiu a vaga de Fátima Bezerra após se tornar governadora do RN, tornou-se destaque na sessão para eleger novo presidente do Senado.

Jean-Paul Prates começou seu trabalho como senador da República sendo questionado. Prates, que assumiu a vaga de Fátima Bezerra após se tornar governadora do RN, tornou-se destaque na sessão para eleger novo presidente do Senado.

O representante do RN passou toda a sessão ‘fiscalizando’ a mesa de votação, e após a constatação de que haviam mais votos que senadores na primeira votação, ele recomendou ao presidente da mesa que destruísse logo as cédulas de votação. Acontece que as cédulas eram justamente as principais provas de uma possível fraude nas eleições para a presidência do Senado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em nota, o senador explicou que sugeriu a destruição das cédulas da primeira votação “para afastar o risco de violação do sigilo, que é expressamente proibido pelo Regimento Interno do Senado”.

Por Regional Online

 


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store