DestaquesPolítica

Matéria discutida no STF não torna Ricardo Coutinho inelegível

Circulou em portais da Capital um texto falando de julgamento ocorrido no Supremo Tribunal Federal, segundo o qual a Corte se negara a rediscutir as condenações com base na Lei da Ficha Limpa e que, por isso, o ex-governador Ricardo Coutinho estaria inelegível.

Na verdade, o que foi decidido pelo STF não tem nada a ver com Ricardo Coutinho.

O advogado Igor Suassuna, em contato com o Blog do Tião, esclareceu o seguinte:

“O julgamento da ADI 6630 pelo STF em nada se relaciona com o julgamento do recurso de Ricardo Coutinho no STF. Na ação ajuizada pelo PDT, o que se discutiu foi o prazo de inelegibilidade para pessoas com condenação criminal. Como o ex-Governador Ricardo Coutinho não possui condenação criminal, esse entendimento não se aplica a ele.”

Enviei essas explicações para Gutemberg Cardoso, Cilson Júnior e Fabiano Gomes, que veicularam a matéria deturpada.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo