BrasilDestaques

MEC aprova projeto da UFPB para educação de jovens e adultos na escola técnica de saúde

A Escola Técnica de Saúde (ETS) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) obteve a aprovação da Secretaria da Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC) em projeto para oferta de cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), no Programa EJA Integrado EPT.

A proposta da UFPB foi a terceira mais bem avaliada do país, dentre os 20 Institutos Federais e 10 Escolas Técnicas de Universidades Federais que submeteram projetos.

O edital nº 17/2022 propõe fomentar projetos diferenciados nos municípios e nos estados que integrem a Educação de Jovens e Adultos à Educação Profissional, levando em conta as singularidades deste público, inclusive, atendendo com prioridade o público da EJA da educação especial, de populações indígenas e quilombolas, refugiados e migrantes, pessoas privadas de liberdade, entre outros.

O Programa EJA Integrada – EPT será desenvolvido por meio da oferta de qualificação profissional ou curso técnico articulado com o ensino médio.

Com a adesão ao programa, a ETS ofertará cursos de educação profissional integrado ao ensino técnico para alunos pertencentes à rede estadual, cursos de formação inicial para alunos da rede municipal de ensino e cursos de formação continuada para docentes da rede pública, sendo todos voltados para o público da EJA.

“O projeto foi submetido a fim de que possamos qualificar, dar ferramentas para que esses jovens tenham a oportunidade no mundo do trabalho, através dessa formação FIC ou formação técnica, por meio da Escola Técnica de Saúde, com os cursos que serão ofertados”, disse a Diretora da ETS, professora Maria Soraya Adriano.

As capacitações devem atender jovens e adultos estudantes, além de docentes da EJA de unidades de ensino públicas das cidades de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Santa Rita. Também foi realizada pactuação com o Governo do Estado da Paraíba.

O projeto aprovado prevê a oferta de cursos técnicos em Segurança do Trabalho (35 vagas), Análises Clínicas (35 vagas) e Técnico em Saúde Bucal (30 vagas), com aulas presenciais previstas para outubro de 2022.

Já os cursos de Formação Inicial e Continuada terão entre duas e três turmas cada um. Para o curso de Auxiliar de Saúde Bucal são previstas 60 vagas em duas turmas planejadas para fevereiro de 2023 e fevereiro de 2024; o curso de Auxiliar de Laboratório contará com 90 vagas divididas em três turmas a serem iniciadas em fevereiro de 2023, julho de 2023 e fevereiro de 2024.

Para o curso de Cuidador Infantil serão 90 vagas, divididas em duas turmas com início em julho de 2022 e uma terceira turma em julho de 2023. Enquanto o curso de Higienista de serviços de Saúde contará com 60 vagas, distribuídas nas turmas de fevereiro de 2023 e fevereiro de 2024.

O curso de Balconista de Farmácia terá 60 vagas, divididas em duas turmas, a primeira em fevereiro de 2023 e a segunda em fevereiro de 2024, enquanto o curso de Confeccionador de Bijouterias contará com 90 vagas, divididas em 03 turmas, previstas para fevereiro de 2023, julho de 2023 e fevereiro de 2024.

“O programa de apoio à oferta da educação de jovens e adultos integrada à educação profissional da UFPB é um desafio pedagógico e político para todos aqueles que desejam transformar o estado da Paraíba e surge como proposta de fortalecimento das políticas de educação profissional mediante a convergência das ações de fomento e execução, de produção pedagógica e de assistência técnica” afirmou Maria Soraya Adriano

Com o projeto aprovado, a UFPB objetiva ampliar as oportunidades de acesso, permanência e conclusão da Educação de Jovens e Adultos e apoiar o desenvolvimento de propostas pedagógicas inovadoras para o público da EJA e que integrem educação, ciência, trabalho, tecnologia e cultura.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo