Economia
Imposto de Renda 2021: Receita libera consulta ao primeiro lote de restituição nesta segunda-feira
A Receita Federal libera a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2021 nesta segunda

Publicado em 23/05/2021 09:44 - Atualizado em 23/05/2021 09:44

Reprodução

A Receita Federal libera a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2021 nesta segunda-feira (24) e dá início ao calendário de restituição de 2021. As consultas podem ser feitas no site da Receita a partir das 10h.

 

Este lote será o maior da história em valor pago e em número de contribuintes ressarcidos, segundo o fisco. Ao todo serão pagos R$ 6 bilhões a 3,4 milhões de pessoas (3.446.038, precisamente). Bom lembrar que este primeiro pagamento dá prioridade a idosos acima de 60 anos e pessoas com alguma deficiência física ou mental, além de pessoas com doenças graves e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 

 

Quem vai receber a restituição do Imposto de Renda no primeiro lote:

 

96.686 idosos acima de 80 anos;

1.966.234 idosos entre 60 e 79 anos;

127.783 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou doença;

891.421 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;

263.914 não prioritários que entregaram declarações de exercícios anteriores até 28 de fevereiro deste ano.

O pagamento será feito em 31 de maio (segunda-feira), que é também o último dia do prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2021.

 

Recentemente, o prazo para declarar o Imposto de Renda 2021 foi adiado de 30 de abril para 31 de maio. Segundo a Receita, a decisão foi uma forma de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia. No ano passado, o período também foi prorrogado.

 

A Receita Federal destacou, no entanto, que o prazo não será prorrogado de novo. Isso porque o presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto que postergava o período de entrega da declaração para 31 de julho.

 

Recebeu, ao longo de 2020, mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis

Possuía, até 31 de dezembro de 2020, imóveis, veículos e outros bens com valor total superior a R$ 300 mil

Ganhou capital com a venda de imóveis, veículos e outros bens sujeitos à tributação

Ganhos de capital com operações na bolsa de valores e na bolsa de mercadorias e futuros

Recebeu mais de R$ 142.798,50 em renda bruta de atividade rural

Recebeu mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos e não tributáveis ou tributados na fonte

 

 

 

 

 

Por Valor Investe

 

 

 

 

 


APP do SensocriticoPB
Google Play Store Apple App Store