Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
De: BEATO SALU Para: SITUAÇÃO - Oi pessoal, estou de volta. Queria saber em se con.. Leia + | De: Bacurau forte Para: Prefeito de Tacima - Sr. prefeito , venho de publico apelar pra sua ben.. Leia + | De: Riva Santos Para: funcionários - Parabéns a toda equipe que faz a limpeza da praça .. Leia + | De: Peritum Para: Iran Motos - Ao ler a reportagem sobre a união das oposições me.. Leia + | De: bicudo fiel Para: TACIMA - faze um fejoada com apoio da prefeitura e cobrara .. Leia + | De: oliveira Para: prefeitura de tacima - senhor prefeito mande limpar o cemiterio que esta.. Leia + | De: bicudo fiel Para: G NADA - E O G7 FICOU EM Q? EM NADA, KD LAU, JOSA BUIU E PI.. Leia + | De: morado Para: De morado do conjunto marizete Dutra - de morado do conjunto Marizete dutra ;estamos no e.. Leia + | De: Ararunense Para: População - Uma vergonha a estrada de aceso ao sitio Macapá, t.. Leia + | De: Edigley Alves Sousa Para: ANP (Agência Nacional de Petroleo) - Eu gostaria muito de saber limite é esse que a ANP.. Leia + | De: Aelson Maracaja Para: A população de Araruna - A Resolução do Conanda: 170/2014, esta resolução m.. Leia + | De: Aelson Maracaja Para: A população de Araruna - Que vergonha sabe que a Câmara Municipal de Ararun.. Leia + | De: bacurau tacimense Para: prefeito - sr pref. nao baixa a cabeca nem fique de coca pra .. Leia + | De: Ararunense comprometido com o crescimento Para: Secretaria de saude e Prefeita - Gostaria apenas de registrar a brilhante conferenc.. Leia + | De: Professora Newman Pinheiro Para: ARARUNA-PARAÍBA - Neste dia, 10 de julho de 2015, nosso Município co.. Leia + |
Postado em 11 de Agosto de 2017 ás 16:52 h
Distritão é bom para quem já tem mandato e dinheiro, avaliam deputados
Publicidade

As malas vão rolar. É o que pensam deputados como Jeová Campos (PSB) e Anísio Maia (PT) sobre a aprovação do Distritão na madrugada de hoje (10) na Comissão Especial da Câmara dos Deputados que discute e delibera sobre reforma política.

 

“Com raras exceções, os atuais congressistas não têm como pedir voto em seus estados, então eles têm que arranjar um jeitinho de se reeleger. E a forma de se reeleger é com esse tal distritão, porque irão para seus estados, com malas de dinheiro, e vão negociar à vontade”, disse Jeová, em discurso na Assembleia nesta quinta-feira.

Se aprovado também pelo Senado até a primeira semana de outubro, o distritão será aplicado já em 2018 para transformar de proporcional em majoritária a eleição para deputado estadual e federal, fazendo com que apenas os mais votados conquistem cadeiras na Câmara e nas assembleias.

Agregado ao fim das coligações para deputado e vereador, o distritão deve favorecer enormemente os atuais detentores de mandato e deixar os pequenos partidos, especialmente os de conteúdo ideológico, sem representação nas casas parlamentares.

“Eu não posso aceitar que acabem com os partidos políticos no país. O que os golpistas querem fazer é acabar com os partidos políticos. Eles estão trocando os partidos por pessoas. Ao invés de termos mandato, nós teremos pessoas substituindo os partidos. Essa proposta do distritão é o golpe dentro do golpe contra a democracia. Ela nada mais é do que a garantia da reeleição dos atuais deputados federais. Temos que dizer não a essa manobra espúria. Dizer Nego para esse absurdo”, enfatizou Jeová.

Só para ricos e famosos

Na visão do petista Anísio Maia, se o Distritão passar no Congresso “a política passa a ser assunto para os mais ricos e mais famosos e, ao invés de debates, teremos reuniões de celebridades sem militância política”. Ele defendeu a manutenção da proporcionalidade como forma de garantir a representação de segmentos minoritários da sociedade no parlamento.

E citou um exemplo de como o distritão pode deixar sem representação parlamentar qualquer segmento importante da sociedade, mesmo que tal segmento tenha sido contemplado com boa votação pelos eleitores. “Um partido que tenha, por exemplo, dez candidatos com 40 mil votos pode não eleger nenhum parlamentar se outra legenda tiver dez candidatos com 41 mil votos. Ou seja, teremos 400 mil votos sem representação,” explicou.

Anísio Maia acusou o atual Congresso de trabalhar contra o povo e lembrou que a proposta aprovada agora foi apresentada em 2015 por Eduardo Cunha, o ex-presidente da Câmara que se encontra preso na Lava Jato sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro.

“É um movimento para, em momento posterior, se instalar o parlamentarismo no Brasil. Só assim,Temer e o seu grupo conseguem permanecer no governo. A base de Cunha eram 267 deputados e 264 livraram Temer de uma investigação. Este é o mesmo pessoal que está desmantelando o Estado brasileiro e atacando os direitos do povo. O distritão tem as digitais de Cunha e Temer”, ressaltou.

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por: Vando
Link:
Comentários ()