Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Publicidade
Publicidade
De: BEATO SALU Para: SITUAÇÃO - Oi pessoal, estou de volta. Queria saber em se con.. Leia + | De: Bacurau forte Para: Prefeito de Tacima - Sr. prefeito , venho de publico apelar pra sua ben.. Leia + | De: Riva Santos Para: funcionários - Parabéns a toda equipe que faz a limpeza da praça .. Leia + | De: Peritum Para: Iran Motos - Ao ler a reportagem sobre a união das oposições me.. Leia + | De: bicudo fiel Para: TACIMA - faze um fejoada com apoio da prefeitura e cobrara .. Leia + | De: oliveira Para: prefeitura de tacima - senhor prefeito mande limpar o cemiterio que esta.. Leia + | De: bicudo fiel Para: G NADA - E O G7 FICOU EM Q? EM NADA, KD LAU, JOSA BUIU E PI.. Leia + | De: morado Para: De morado do conjunto marizete Dutra - de morado do conjunto Marizete dutra ;estamos no e.. Leia + | De: Ararunense Para: População - Uma vergonha a estrada de aceso ao sitio Macapá, t.. Leia + | De: Edigley Alves Sousa Para: ANP (Agência Nacional de Petroleo) - Eu gostaria muito de saber limite é esse que a ANP.. Leia + | De: Aelson Maracaja Para: A população de Araruna - A Resolução do Conanda: 170/2014, esta resolução m.. Leia + | De: Aelson Maracaja Para: A população de Araruna - Que vergonha sabe que a Câmara Municipal de Ararun.. Leia + | De: bacurau tacimense Para: prefeito - sr pref. nao baixa a cabeca nem fique de coca pra .. Leia + | De: Ararunense comprometido com o crescimento Para: Secretaria de saude e Prefeita - Gostaria apenas de registrar a brilhante conferenc.. Leia + | De: Professora Newman Pinheiro Para: ARARUNA-PARAÍBA - Neste dia, 10 de julho de 2015, nosso Município co.. Leia + |
Postado em 30 de Novembro de 2017 ás 15:44 h
TCU condena ex-prefeito de Fagundes a devolver R$ 104 mil aos cofres públicos
Publicidade

O Tribunal de Contas da União (TCU) imputou débito de R$ 104.714,12 ao ex-prefeito de Fagundes Gilberto Muniz Dantas. Ele também foi condenado ao pagamento de multa de R$ 20 mil.

O gestor deixou de prestar contas dos recursos transferidos por meio do Convênio 2.134/2006, que tinha por objeto a realização de melhorias sanitárias domiciliares (71 cisternas com reservatórios) com o aporte de recursos da ordem de R$ 176.397,80.

“Sem a prestação de contas, tem-se verdadeira afronta às normas constitucionais, legais e infralegais, elaboradas no contexto do Estado Democrático de Direito para nortear o modo de utilização dos recursos oriundos da coletividade para a realização do bem comum”, escreveu o relator do processo, ministro Aroldo Cedraz.

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por: Vando
Link:
Comentários ()