Política

Sem unidade entre os Republicanos, a melhor opção para Aguinaldo Ribeiro é sua reeleição

Às vezes há de se perguntar se o deputado Aguinaldo Ribeiro, considerado como um dos políticos mais inteligentes e hábeis da política brasileira, de uma hora para outra deu um branco de memória a ponto de não compreender a formatação da atual conjuntura política do Estado.

Qualquer pessoa, por mais leiga que seja, observa que mesmo sabendo da capacidade aglutinativa e persuasiva de Aguinaldo, sabe que participar de uma disputa já iniciada desde de 2021 pelos seus adversários seria uma temeridade, principalmente quando se sabe que já existem candidatos bastante adiantados e que parte da população e várias lideranças já começaram a fidelizar sua escolha.

Nessa altura da disputa, isso pode trazer ao deputado Aguinaldo Ribeiro um risco muito grande de ficar de fora por quatro anos do cenário político nacional, o que seria uma perda irreparável para o povo paraibano, pois se trata de um exímio parlamentar que tem representado com maestria o Estado da Paraíba em Brasília.

Infelizmente, por mais que ele tente emplacar sua pré-candidatura ao Senado, parece que nessas alturas do campeonato não irá vingar. Não se sabe sequer quem Aguinaldo Ribeiro apoiaria para presidente da República.

 

Aliás, esta semana, quem provocou o parlamentar foi o deputado estadual Raniery Paulino, que também é pré-candidato a deputado federal pelo Republicanos, na ocasião, Raniery cobrou de Aguinaldo Ribeiro o nome do seu candidato a governador da Paraíba, numa insinuação de que o parlamentar nunca declarou seu voto a João Azevedo. São arestas como essas que vemos no dia-a-dia da política, um agrupamento que está resistindo à presença de Aguinaldo na chapa com João Azevedo.

Essa disputa para o Senado Federal da Paraíba este ano, em alguns momentos, tem chamado mais atenção da população paraibana do que a de governador, já que tem envolvido diversos protagonistas do meio político e até outsider (pessoa fora do contexto político).

Como já sabemos, as eleições para Senador da República já vêm sendo debatidas desde o ano passado quando ainda precoce, mas estrategicamente planejada, o deputado federal Efraim Filho, de forma audaciosa, deu início à distribuição de seu espólio político com a vários parlamentares federais que buscam suas reeleições e os novos pretensos candidatos que assumiram compromissos em sua eleição para o Senado Federal, principalmente com os Republicanos, o que o torna um dos favoritos a vencer as eleições deste ano, onde segundo o próprio Efraim Filho já conta com 127 prefeitos da Paraíba.

Outro que deve abocanhar uma leva grandiosa de votos é o ex-governador Ricardo Coutinho que mesmo com as intempéries que vem enfrentando por conta dos diversos processos que têm contra si, ainda detém um prestígio relevante em João Pessoa e em vários municípios do Estado, além de contar com o apoio da maioria da militância do Partido dos Trabalhadores, e mais o apoio do seu grande cabo eleitoral, o pré-candidato Lula que irá pedir votos para ele nessas eleições.

Quem também poderá surpreender, principalmente no mundo evangélico é o pré-candidato e pastor Sérgio Queiroz considerado um dos outsiders que surgiu na política este ano. Aliás, Aguinaldo Ribeiro sempre flutuou bem na comunidade evangélica, o que poderá ter uma grande perda, já que a tendência demonstrada por algumas lideranças evangélicas é pelo nome do Pastor Sérgio Queiroz.

É importante ressaltar que até mesmo dentro do grupo do governador João Azevedo não existe unidade entorno do nome da candidatura de Aguinaldo Ribeiro para o Senado, basta ver as declarações de alguns deputados estaduais e federais. Na verdade, o único agente público que tem manifestado publicamente interesse na candidatura de Aguinaldo Ribeiro é o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, pois com a saída de Aguinaldo da disputa para deputado federal, o seu filho, Mersinho Lucena, praticamente se tornará candidato eleito do Progressistas.

Diante do contexto geral, vemos que cabe tão somente ao deputado Aguinaldo Ribeiro fazer suas reflexões e decidir sobre a sua reeleição que é praticamente garantida na Câmara Federal e continuar sendo protagonista da política brasileira carreando recursos para o seu Estado.

Todos sabemos que Aguinaldo Ribeiro é um grande parlamentar que a Paraíba possui, mas parece que há uma estratégia de alguns agentes políticos para derrubá-lo, e dentro desse cenário vemos que é melhor recuar e garantir a sua reeleição, o que será muito importante para a Paraíba.

As eleições estão se aproximando e só vencerá quem melhor usar suas estratégias. Quem viver, verá!

Gildo Araújo

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo